quarta-feira, 25 de março de 2009

Voltando de um feriadão


ai, ai já estava me aucustumando com a vida no sitio.

com os velhos , comendo nos horarios, dormindo cedo, tudo na mais perfeita ordem tudo na mais santa paz.

a caatingueira tá cada dia mais linda, se não fosse as estradas esburacadas..
ai embaixo musiquinha com cara de interior
Nunca vi ninguém viver tão feliz
Como eu no sertão
Perto de uma mata e de um ribeirão
Deus e eu no sertão
Casa simplesinha, rede pra dormir
De noite um show no céu
Deito pra assistir
Deus e eu no sertão
Das horas não sei, mas vejo o clarão
Lá vou eu cuidar do chão
Trabalho cantando, a terra é a inspiração
Deus e eu no sertão
Não há solidão, tem festa lá na vila
Depois da missa vou ver meu menino
De volta pra casa
Queima a lenha no fogão
E junto ao som da mata
Vou eu e um violão
Deus e eu no sertão...

Nenhum comentário: