quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Helena por Teruo Ninomiya


HELENA
Ainda um tempo atras, nas sombras de um firmamento

Contendo anseios nas barreiras em distancias morbidas

Aflitos pesares de uma luta vingando motivos sem mundos

Enlaces por uma visao cega por um dia nosso

Ilhados sentimentos em vitimas que nos distanciam

Mantenedores de uma compenetraçao esperada

Sentimentos entregues na distancia de uma vida so

Uma fotografia contornando pezares de uma solidao

Quando herois nos permitem ser uma liberdade sem sombras

Recuperaçoes evidenciando sequelas do que somos

Destinos reunidos na separaçao de uma nostalgia maior

Composiçoes elaborando liberdade de uma vida sem dor

Respiraçao faltando por uma condiçao evidente de nos

Enquanto anjos dormem a noite, no despertar de sentidos

Humanos na brevidade de uma açao convicta de uma luz

Nao mais que uma realidade pernoitando sonhos de um dia

Quando nos pertencemos em uma lida sem futuro

Nos algemamos um dia pra sempre...
Claudio Teruo Ninomiya

Nenhum comentário: