sexta-feira, 27 de abril de 2012

Dia das Domésticas


Imagem google


Hoje é o dia das domésticas.
O dia dessas mulheres tão guerreiras, fortes e que agüentam muito tranco!
Parabéns meninas!

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Necessaire básica para todos os bolsos!



Pense rápido: Quais são os produtos básicos de uma nécessaire? Aqueles que a gente tem que ter? Bom, acreditamos que seriam: base, corretivo, pó, blush, rímel e batom! Certo?! Ok, ok.. a maioria de nós deve ter mais que isso (ou até várias marcas e tipos do mesmo produto), mas fato é que esse é o ponto inicial para montar um arsenal de make. Pensando nisso, resolvemos montar três nécessaires: uma barata, uma média e outra mais salgada. Para todos os gostos e bolsos. Vamos lá:


As marcas acima são conhecidas por terem produtos bacanas e por preços bem amigos. Nós temos alguns batons da Vult e adoramos! Nunca testamos os produtos da Panvel, mas já vimos muitas meninas falando bem em blogs de beleza. Esse corretivo da Maybelline é bem bom, um ótimo custo/benefício. Eu (Mandy) comprei ele recentemente e estou adorando! Outra marca que temos curiosidade de testar, é a Koloss. Vimos algumas resenhas dessa base na internet e ela parece ser boa – dizem que a textura é ótima. Alguém já usou algum desses?


O Colossal, da Maybelline, já está no topo do ranking dos rímeis há um tempo. Nós adoramos (apesar da Gabi preferir o One by One #rivalidades). Ficamos desejando as novas cores dos batons mate da Contém 1G! A base em spray da Dermage já apareceu por aqui antes. Os blushes da Bourjois fazem sucesso com muitas meninas. Se a gente não se engana, foi o nosso primeiro blush! Tem coisa mais fofa do que essa embalagem? Super prática.

É claro que essa mais salgada poderia ter saído bem mais cara. Mesmo olhando os preços mais altos, tentamos dar uma segurada, rs. Os batons da MAC são unanimidade. Quem nunca comprou/desejou um que atire a primeira pedra . Nunca testamos esse rímel da Eyeko, mas já vimos muita gente falando bem dele.
Adorei essa matéria, por isso postei aqui, mas a fonte está ai embaixo.
A fonte: http://starving.com.br

É ÓTIMO O SITE, DÁ UMA OLHADA.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Bom dia!I

Imagem google
Ontem foi um dia muito proveitoso, apesar de estar meio baqueada.
Fiz faxina, lavei um monte de roupas... e joguei muita coisa fora.
Até lembrei daquela música da Banda Paralamas,
 Eu hoje joguei tanta coisa fora... a casa fica bem melhor assim...
Adoro!!!!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Salve Jorge!!!!










Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.
Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.
Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos.
Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.
São Jorge Rogai por Nós.


sexta-feira, 20 de abril de 2012

Bom dia e Vinicius

Ah como é bom acordar escutando o rei Roberto Carlos.
Deixei a tv ligada com a programação da rádio nativa fm, e quando acordei, com chuvinha na janela e o robertão cantando pra mim, ahhhhhhhhhhhh.Que bom viver!!!
*********************
Ontem minhas primas e irmã viajaram pra Recife, pra ver o abril pro rock.
Não fiquei com vontade de ir, queria ir pra lá de vez e não ficar nesse vai e volta!!!
Mas como não posso, fico por aqui mesmo.
***********************
Tenho que marcar pra semana que vem um cardiologista.
Ai mês de junho tem ginecologista, e depois quem sabe o pior um psiquiatra... Lembrei da música TESTAMENTO de Vinícius de Moraes.
Adoro!


Você que só ganha pra juntar
O que é que há, diz pra mim, o que é que há?
Você vai ver um dia
Em que fria você vai entrar
Por cima uma laje
Embaixo a escuridão
É fogo, irmão! É fogo, irmão!
Falado
Pois é, amigo, como se dizia antigamente, o buraco é mais embaixo... E você com todo o seu baú, vai ficar por lá na mais total solidão, pensando à beça que não levou nada do que juntou: só seu terno de cerimônia. Que fossa, hein, meu chapa, que fossa...
Cantado
Você que não pára pra pensar
Que o tempo é curto e não pára de passar
Você vai ver um dia, que remorso!
Como é bom parar
Ver um sol se pôr
Ou ver um sol raiar
E desligar, e desligar
Falado
Mas você, que esperança... Bolsa, títulos, capital de giro, public relations (e tome gravata!), protocolos, comendas, caviar, champanhe (e tome gravata!), o amor sem paixão, o corpo sem alma, o pensamento sem espírito
(e tome gravata!) e lá um belo dia, o enfarte; ou, pior ainda, o psiquiatra
Cantado
Você que só faz usufruir
E tem mulher pra usar ou pra exibir
Você vai ver um dia
Em que toca você foi bulir!
A mulher foi feita
Pro amor e pro perdão
Cai nessa não, cai nessa não
Falado
Você, por exemplo, está aí com a boneca do seu lado, linda e chiquérrima, crente que é o amo e senhor do material. É, amigo, mas ela anda longe, perdida num mundo lírico e confuso, cheio de canções, aventura e magia. E você nem sequer toca a sua alma. É, as mulheres são muito estranhas, muito estranhas
Cantado
Você que não gosta de gostar
Pra não sofrer, não sorrir e não chorar
Você vai ver um dia
Em que fria você vai entrar!
Por cima uma laje
Embaixo a escuridão
É fogo, irmão! É fogo, irmão!



quinta-feira, 19 de abril de 2012

Dia de Santo Expedito

Hoje é o dia do santo que mais amo,que mais aperreio...
Santo Expedito.
Muito obrigada meu Santo Expedito, por todas as graças alcançadas.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Abril meio despedaçado



Aff, que bom que o dia de ontem passou.
Estava tão jururu, deprê,preocupada com os velhos.
Hoje acordei melhor, tentei me desacelerar, pra ver se consigo acalmar mais meu coração.
Acordei no mesmo horário, fiz o que sempre faço e sai de casa as 07h00min, vim caminhando devagar, sem o mp4 altíssimo no ouvido com som de Seu Jorge.
Vim calma, olhando as pessoas na rua, prestando atenção aos carros, coisas que nunca faço.
Sou igual a burro quando botam aqueles protetores de lado, sabe?
Só olho pra frente e corro, me estresso, penso em besteiras, mas, enfim... Deixamos essas ruindades para o dia de ontem.
E vou viver o hoje!!!!

terça-feira, 17 de abril de 2012

Pra quem sofre desse mal.


Imagem google
Transtorno ou Síndrome do Pânico

É tão difícil, atualmente, encontrar alguém que nunca tenha ouvido falar em Síndrome do Pânico. O sintoma básico é um medo enorme sem explicação, indefinido, medo infundado; você acha ridículo sentir esse medo, mas não consegue controlar. Ela é caracterizada pela presença de ataques de pânico. São crises súbitas, repentinas, espontâneas, com forte sensação de medo (medo de tudo e sem motivo), de perigo, de desmaio, de derrame cerebral, loucura ou morte iminente (o que nunca ocorre); sensação de alerta ou de fuga, necessidade de socorro imediato ou até de se encolher num canto, agitação e múltiplos sintomas indefiníveis. Enfim, um terrível mal estar. Você se sente totalmente inseguro, como uma criança. Não houve nenhum fator que o precipitasse.
De repente a pessoa sente um mal estar estranho na cabeça como se fosse perder a razão, a consciência. É comum uma sensação de estar fora da realidade; ou um mal estar generalizado, como um pressentimento algo muito grave fosse acontecer. E é nesse momento que um outro sintoma (bastante característico) aparece: a necessidade de estar ao lado de alguém que traga segurança. Geralmente, um parente próximo.
Podem surgir desde palpitações no coração, falta de ar ou dificuldade de respirar, sensação de sufocação ou bolo na garganta, mãos e pés molhados e frios, formigamentos nos braços, pernas ou nos rostos, zoeira, zumbido ou pressão nos ouvidos (como se fosse pressão baixa ou labirintite), suor ou tremedeira generalizado, distúrbio gastrintestinal como (náuseas, enjôos, diarréia, gases, vontade irresistível de urinar, falta ou excesso de apetite), desânimo acentuado, mal estar geral, insônia ou sono excessivo, ondas de calor ou frio, tonteiras.
Porém, pessoas predispostas à síndrome podem desencadeá-la depois de passar por situações traumáticas. Dias , semanas ou meses depois de determinados problemas como perda de entes queridos, desemprego, doenças no lar, pré ou pós-operatórios, assaltos, seqüestros, acidentes, etc.
É comum um paciente passar meses tentando resolver a diarréia, sem solução. Tive um paciente que só de falar em sair de casa , quatro horas antes tinha que tomar antidiarréico de meia em meia hora, sem contar o uso de fraldas para protegê-lo. O mesmo acontece com o indivíduo que nunca teve pressão alta: passou a ter depois da crise.
Como a síndrome do pânico varia muito na sua intensidade, nem todos sentem os mesmos sintomas. Na minha experiência, a crise do pânico pode ser classificada em leve, moderada, grave e muito grave. Alguns portadores do pânico, apesar de muito desconforto, conseguem trabalhar com dificuldades, devido à necessidade; porém outros não conseguem nem mesmo sair da porta de sua casa, ficando confinados, reclusos em seu lar. À medida que o pânico se agrava, diminui o seu raio de ação, ficando bloqueados à mercê de seu “inimigo oculto”.

Não fuja do tratamento médico

Observei que a maioria dos portadores da síndrome do pânico, antes de encontrar o tratamento certo, experimenta vários tratamentos alternativos; os mais conscientes procuram alternativas como: florais, homeopatias, ioga, acupuntura, terapias, cromoterapias, bioenergéticas, biodanças e até centros-espíritas, sem solução.

O que existe, de fato, é um enorme preconceito com o psiquiatra. As pessoas não querem ir ao psiquiatra, por achar que este profissional só cuida de loucos. De fato, os especialistas no ramo da psiquiatria cuidam de pessoas com patologias irreversíveis, como a loucura. Mas trata-se de um médico como outro qualquer, que cuida de pessoas perfeitamente normais, com distúrbios em seu sistema nervoso. O outro fator que afasta as pessoas do tratamento ideal é o preconceito para com os remédios. A primeira coisa que a pessoa faz, antes de iniciar um tratamento, é ler a bula do começo ao fim. O portador da síndrome tem muito medo de passar mal, inclusive com os próprios remédios.

O Tratamento

Como a síndrome do pânico não é psicológica, a crise não desaparece com terapias. O máximo que se pode alcançar com isso é adiar o sofrimento. A terapia comportamental é importante como auxiliar no tratamento medicamentoso. O pânico não desaparece espontaneamente; ao contrário, tende a agravar com o tempo.

Os pacientes são tratados com remédios que atuam diretamente no sistema nervoso central, equilibrando os neuro-transmissores (noradrenalina, adrenalina, serotonina e outros) e evitando as crises. O tratamento considerado específico conjuga o antidepressivo a outras medicações, conforme o caso; e assim mesmo, não existe um antidepressivo único para todos.

Os Remédios

O antidepressivo (tarja vermelha), ao contrário do tranqüilizante (tarja preta), não causa nenhuma dependência mesmo quando combinado com este; ao contrário, afasta a dependência de qualquer tranqüilizante. Os portadores do pânico têm um medo cruel da dependência dos remédios, principalmente daqueles que possuem tarjas pretas.

Se um profissional médico prescrever somente o tranqüilizante (tarja preta) com o objetivo de cura e a pessoa tomar por mais de três meses, aí sim, poderá tornar-se dependente, pois os tranqüilizantes são depressores do sistema nervoso central. Os tranqüilizantes apenas aliviam, acalmam momentaneamente os sintomas. Passado o efeito do medicamento, os sintomas retornarão. A maioria das pessoas costuma generalizar os remédios psiquiátricos quanto a seus efeitos. Elas imaginam que todos são tranqüilizantes, dopantes ou causadores da impotência sexual. Ou então que são nocivos à saúde. Puro engano. E o mal maior que a doença traz? O indivíduo tem medo do remédio causar impotência e acaba ficando impotente por causa da doença. O importante é lembrar que cada caso é um caso, portanto, vai depender e muito do feeling do médico na hora de lidar com o paciente.
Existem antidepressivos tricíclicos, tetracíclicos, IMAOS (inibidor da monoaminooxidase) e o mais recente, que é o ISRS (inibidor seletivo de receptação de serotonina), que tem uma variedade enorme. Mas só os médicos entendem como eles devem ser usados.
Um dos maiores problemas é que os remédios antidepressivos não são administrados de forma adequada aos pacientes. Essa não é só a minha opinião, mas também a de especialistas internacionais que estiveram em São Paulo durante o V Congresso Brasileiro de Clínica Médica, em novembro de 1999. Os remédios podem prejudicar, sim, quando mal receitados.
Diagnosticar a síndrome do pânico não é nenhum mistério, a questão principal é acertar nos remédios. Se você não teve sucesso com alguns remédios, não desanime.Insista, procure o profissional da sua confiança. Ninguém morre do pânico e nem perde o autocontrole.
Num lar onde existe um portador da síndrome do pânico, deverá haver muito amor, carinho, muita compreensão, apoio moral e espiritual.

Fonte:http://www.sindromedopanico.med.br

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Sexta-feira 13


Imagem google

Telefone tocando as 05:30 da manhã.
Não sabia nem quem era.
Falou.
Oxe menino o que foi?
Estou em casa sim, pode vir.
Ahhhhhhhhhhhhhhhh, como foi bom acordar e cochilar ao seu lado.
Não faço plano, vou deixar rolar.
Deixar a vida me levar!!!

quinta-feira, 12 de abril de 2012

...

Se a gente não sabe se ama
Se a gente não sabe se quer
Não vai saciar essa chama
Se não decifrar o que é

Se algo entre nós se insinua
E doce tontura nos traz
O que delicia tortura
E não dá descanso nem paz

É que o amor não se dissolve assim
Sem dor
Se não for
Até o fim

Se a gente não sabe se ama
E não se decide que quer
A dúvida não desinflama
Enquanto a gente não se der

Se algo entre nós se insinua
E não se disfarça sequer
Não dá pra deixar pra outro dia
De outra semana qualquer

É que o amor não se dissolve assim
Sem dor
Se não for
Até o fim

(Música Maria Bethania)

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Irmão


Imagem google
Paulo meu irmão
Ontem achei uns postais que você tinha mando pra mim.
Quando li não agüentei, chorei, chorei.
Eu não consigo acreditar que nunca mais vamos conversar rir juntos, cantar nossas músicas preferidas...
Estou com saudades, muitas saudades.
(música que tocava na rádio, FRENESI de Fagner, a sua cara).
1 ano e 5 meses da sua partida.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Na paz

Eita como foi bom esses dias em casa.
Graças a Deus tudo na santa paz.
Os velhos com saúde.
Os irmãos estão bem também.
Só tenho que agradecer e muito essa paz e saúde.
No sábado vim pro Crato com papai e mamãe, para fazer os óculos dela, vixe como foi bom!!! Deu tudo certim.
Vim pra casa no domingo mesmo, coisa que detesto.
Fiquei assistindo televisão, tô viciada no canal por assinatura.
Minha amiga Fatinha disse que agora que eu não saio de casa mesmo!
Mas é bom demais, GNT, MULTISHOW, VIVA e outros que amo, e os de filmes então.
Aqui ainda chove de noite e sol de dia.
A casa está começando a mofar, já que fica a maior parte do tempo fechada!!
E vamos que vamos nos celestamines da vida.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Saudades.



Imagem google

Eu sou uma pessoa muito saudosa, e de ontem pra cá estou com saudades dos tempos em que eu morava em Recife e trabalhava no Shopping Recife, do tempo que eu era organizada.
Pois eu trabalhava de segunda a domingo corrido e tinha uma folga na semana e no outro domingo depois do trabalhado.
Caramba era muito bom, eu conseguia organizar a casa, roupas e outros.
Aqui eu não consigo fazer nada, pois trabalho a semana toda de 08:00 as 17:00.
E fins de semana passo com os velhos e deixo meu irmão lá em casa!
Já pelejei fazendo mil listas de organização, mas quando eu chego em casa o cansaço é muito ai mais uma vez me jogo no sofá e deixo a bagunça truar.
Mas hoje e amanhã tenho que organizar a casa, pois mamãe vem passar o fim de semana comigo.
Hoje mesmo tenho que comprar algumas coisas, lavar a área, ajeitar a dispensa, lavar dois banheiros, ufaaaaaaaaaaaaaaaaaa.
Canseira só, tomara que eu dê conta.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

FELICIDADE- Marcelo Jeneci

Imagem google


Haverá um dia em que você não haverá de ser feliz.
Sem tirar o ar, sem se mexer, sem desejar como antes sempre quis.
Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar pra receber o sol quando voltar.
Lembrará os dias que você deixou passar sem ver a luz.
Se chorar, chorar é vão porque os dias hão pra nunca mais.

Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e depois dançar, na chuva quando a chuva vem.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e dançar.
Dançar na chuva quando a chuva vem.

Tem vez que as coisas pesam mais do que a gente acha que pode aguentar.
Nessa hora fique firme, pois tudo isso logo vai passar.
Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar pra receber o sol quando voltar.

Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e depois dançar, na chuva quando a chuva vem.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e dançar.
Dançar na chuva quando a chuva vem.