quinta-feira, 24 de julho de 2008

Me faz bem

Me faz bem Esse jeito de se enroscar
De chegar mansinho e se aninhar,
De me fazer seu par
Me faz bem Esse jeito bom de gostar,
Viajar veredas que são mistério maior Que o fundo do mar Bem... Me faz bem, Arrepio de imaginar, Me perder no lume do teu olhar, Respirar, tocar O teu corpo solto no cio Me faz bem Ser o velho lobo do mar Que não cansa de navegar Pois muito tesouro existe por lá Me faz bem teu jeito de amar Tens mais mistérios do que o mar Me faz bem Ser o velho lobo do mar Que não cansa de navegar Pois muito tesouro existe por lá Me faz bem teu jeito de amar Tens mais mistérios do que o mar

Nenhum comentário: