segunda-feira, 21 de julho de 2008


"Que é que eu vou fazer pra te esquecer?

Sempre que já nem me lembro, lembras pra mim

Cada sonho teu me abraça ao acordar

Como um anjo lindo

Mais leve que o arTão doce de olhar

Que nenhum adeus pode apagar...

Que é que eu vou fazer pra te deixar?

Sempre que eu apresso o passo, passas por mim

E um silêncio teu me pede pra voltar

Ao te ver seguindo

Mais leve que o ar

Tão doce de olhar

Que nenhum adeus pode apagar

Que é que eu vou fazer pra te lembrar?

Como tantos que eu conheço e esqueço de amar

Em que espelho teu, sou eu que vou estar?

A te ver sorrindo

Mais leve que o ar

Tão doce de olhar

Que nenhum adeus vai apagar..."

Nenhum comentário: