quinta-feira, 10 de julho de 2008

MENINA DOS OLHOS DO MAR


Minha cidade menina dos olhos do mar

dos rios que levam meu coração do sol que começa a raiar

é por você que eu peço na minha loa por essa gente tão boa

abre um sorriso e canta

Minha cidade das vilas, dos manguezais dos altos e dos coqueiros da fé que move o futuro

oh, Conceição, Senhora, abençoai essa cidade que só quer crescer e ser feliz

Recife eu te dou meu coração... Recife eu te dou

Olha o Recife da grande festa popular dos bravos guerreiros que a história nos deu dos arranha-céus e sobrados

É pra você que a gente oferece a loa por essa terra tão boa abre a janela e canta

Minha cidade menina dos olhos do mar dos mascates, dos mercados das pontes dos tempos de Holanda

oh, Conceição, senhora, abençoai o meu Recife que só quer crescer e ser feliz

Teus bairros mostram a coragem residente e reflete a luta no olhar dessa gente humilde que procura vencer ensina ao Recife e ao mesmo tempo aprender minha cidade em evidência, silêncio e harmonia com a beleza da noite e a intensidade do dia vamos lembrar dos mestres e poetas vamos lembrar dos que fizeram do Recife essa festa vamos lembrar frei caneca, Ascenço Ferreira Nelson Ferreira, Brennand, Canibal, Capiba, João Cabral, Chico Science, Josué, vamos lembrar dos batutas de São José Mestre Salú, Ariano, Zero Quatro, Roger daqui do Alto Zé do Pinho, mandando prá você da Nação Zumbi, Nação Pernambuco, mangaba, faceta, Faces do Subúrbio... é o Recife que o povo daqui descobriu do marco zero para o ano 2000 Recife eu te dou meu coração meu coração vai nas águas do rio...

Nenhum comentário: