quarta-feira, 1 de outubro de 2008


Está na hora de entrar na escuridão

onde a noite tem olhos

para reconhecer seus próprios olhos

nesse lugar podes ter certeza

de que não estás além do amor

o escuro será teu ventre esta noite

a noite te dará um horizonte mais distante do que podes ver

precisas aprender uma coisa: o mundo foi criado para vivermos neles livres

desista de todos os outros mundos

exceto daquele ao qual pertences

ás vezes é necessário a escuridão

o doce confinamento de tua solidão

para aprender que tudo aquilo ou todo aquele que não te traga á vida

é pequeno demais pra ti.


2 comentários:

Lorscheider disse...

Helena,

La vie c'est fantastique!!!pourquoi tu te la complique?

Je t'aime!!!

RT disse...

oi

gostaria de saber de quem é este poema. Estou atrás do autor faz tempo. No google ñ aparece. Obrigada!