quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Pensamento

Talves a falta de você
E no silêncio dessa noite lá foraOuço apenas o eco de uma canção
Meu pensamento vai buscar distante
Sempre voltado em sua direção
E o mais certo estou vivendo nessa hora
Quando a dor aperta Só quem sabe o que sente é o coração
Ah! se o vento pudesse me levar agora!
Se eu pudesse se a força da imaginação
Quem sabe se aquele passarinho
Que mesmo sem ter ninho
Consegui pousar!
Olhando a rua pela vidraça embaçada Dentro do quarto não consigo me conter Tanta aflição!
Eu parecendo uma criança É chão, é choro, é saudade É vontade de lhe ver
Ah! se o vento pudesse me levar agora!
Se eu pudesse se a força da imaginação
Quem sabe se aquele passarinho Que mesmo sem ter ninho
Consegui pousar!

Nenhum comentário: