segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Saindo...


Você foi saindo de mim
Com palavras tão leves
De uma forma tão branda
De quem partiu alegre
Você foi saindo de mim
Com sorriso impune
Como se toda faca não tivesse
Dois gumes
Você foi saindo de mim
Devagar e pra sempre
De uma forma sincera
Definitivamente
Você foi saindo de mim
Por todos os meus poros
E ainda está saindo
Nas vezes em que choro

2 comentários:

Roberta Câmara disse...

Fico feliz q tenha gostado dos looks!!
Esse poema se encaixa na vezes que estamos desiludidas com uma paixão isso pra mim...
bjuxx
:)

CHEIRO DE FLOR disse...

Pois é Roberta, pra mim também!!!
xeros pra ti!!!